Ana Mello - escritora - contos, minicontos, poesia, Tira Bacana, Veredas, quadrinhos, haicai - Porto Alegre, Cachoeirinha, Rio Grande do Sul, RS

Textos

Você cobra para fazer este trabalho?

Já ouvi esta pergunta várias vezes e no início ficava com vergonha de responder, sentia-me um tanto culpada, mercenária. E algumas pessoas pareciam muito surpresas quando eu respondia que sim. Ora, o problema já está na pergunta, para fazer esse trabalho. Se for um trabalho, é justo receber por ele. Trabalho necessita profissionalismo, aperfeiçoamento, dedicação e isso tem custo, demanda um tempo de quem realiza.

O trabalho ao qual me refiro, são palestras e oficinas literárias. Muitos escritores são convidados a participar de atividades em escolas e feiras e os organizadores, em alguns casos, ficam surpresos ao descobrir que eles cobram um cachê, deslocamento e alimentação. Claro que isso é cada vez mais raro, mas na semana passada ainda ouvi a famosa pergunta. Do outro da linha a pessoa tinha um tom um tanto indignado ao perguntar. Do tipo – é só o que falta você querer cobrar por isso.

Já me disseram que alguns escritores não cobram – nunca vi um destes. Sei que é normal abdicar do cachê em uma escola sem recursos, ou em uma comunidade carente, já fiz isso muitas vezes. Porém, em uma feira de livros, por exemplo, em que o pessoal da montagem ganha, o pessoal do som também e todos os outros profissionais da equipe, como que os maiores incentivadores da leitura e da escrita devem trabalhar de forma voluntária?

É incoerente e injusto. Com certeza não escrevemos por dinheiro, mas temos contas a pagar, precisamos estudar, comprar livros e temos todas as outras necessidades de pessoas normais. Embora muitas vezes não pareçamos tão normais.

Aí um professor me diz – mas aquela sua coluna no jornal não é remunerada. Realmente não é, mas em contrapartida, me dá um espaço para chegar a um público bem grande sem que eu faça nada além de opinar, contribuir com minha experiência. É uma parceria.

O professor também faz uma parceria com o escritor ao divulgá-lo para seus alunos e indicar seus livros. Este professor leva o livro para dentro da escola e isso é maravilhoso. Entretanto, o professor também realiza um trabalho e certamente merece ser muito bem remunerado por isso. E por mais amor e carinho que ele precise para desempenhar sua atividade, isso não tem preço.

Ana Mello
08/08/2014

 

 

Histórias da Clarinha

Verbetrix

Ana, Babá de bichos

Para onde vão os objetos perdidos?

Minicontando

Perseu/Medusa

Tira Bacana
livro online gratuito

Capa | Quem Sou | Livros | Palestras e Oficinas | Destaques | Prêmios | Blogs e Colunas | Mural de Recados | Contato