Ana Mello - escritora - contos, minicontos, poesia, Tira Bacana, Veredas, quadrinhos, haicai - Porto Alegre, Cachoeirinha, Rio Grande do Sul, RS

Destaques

O desafio na praça

Ana Mello

Para saudar a quarta-feira em que a programação da Feira do Livro é quase inteiramente poética, Zero Hora resolveu provocar autores a compor em plena Praça. Sentados entre Drummond e Quintana, no banco da famosa estátua da Rua da Praia, poetas foram convidados a escrever versos em no máximo 20 minutos. Confira trechos do resultado.

 

 

Com o aroma das pipocas,
temendo ver a chuva cair,
escrevo em poucas palavras
desejando Quintana ouvir

No labirinto dos livros,
capas e orelhas espio.
Peço dicas ao patrono:
– De Ariadne dê-me o fio!

Na rua um grande balaio
descansa entre duas bancas
desconfiado um menino olha
o passeio das pombas brancas

Rabisco versos perdidos
para quem, alheio, passa na rua
Drummond no banco ao meu lado,
tomado de vida e poesia
inspira meu tempo apertado.

Ana Mello

 

Fonte: Zero Hora

Histórias da Clarinha

Verbetrix

Ana, Babá de bichos

Para onde vão os objetos perdidos?

Minicontando

Perseu/Medusa

Tira Bacana
livro online gratuito

Capa | Quem Sou | Livros | Palestras e Oficinas | Destaques | Prêmios | Blogs e Colunas | Mural de Recados | Contato