Ana Mello - escritora - contos, minicontos, poesia, Tira Bacana, Veredas, quadrinhos, haicai - Porto Alegre, Cachoeirinha, Rio Grande do Sul, RS

Destaques

Leitura em voz alta, que bicho é esse?

Edi Fonseca e a especialista em educação e formação de professores, Denise Guilherme, conversaram sobre a importância de ler para as crianças e como isso ajuda na formação de novos leitores.

Brinque-Book acompanhou o bate-papo e fez um resumo de alguns trechos, colocados abaixo em 10 tópicos para vocês. Mas já adiantamos: vale assistir à entrevista completa clicando aqui

1 :: A leitura dentro de casa é um momento de aconchego, de troca, carinho, de compartilhar algo. O narrador (adulto que vai ler para criança) tem de escolher um livro que gosta muito e apresentar ao pequeno. Se der vergonha, é só treinar um pouquinho.

2 :: É importante ler em voz alta porque a criança necessita de palavras ditas, lidas, ou seja, desse banho de oralidade. É assim que ela forma sua própria linguagem e entra em contato com o ritmo, a cadência da narrativa e a expressividade daquele que lê para ela.

3 :: Através da história que ouve, a criança forma seu próprio repertório. E faz isso sentindo as emoções na voz de quem lê, o que também constrói um laço afetivo muito forte. Tudo isso é alimento para a criança não no futuro, mas no presente. A leitura em voz alta, dentro de casa, é algo necessário paro o seu desenvolvimento psicológico. 

4 :: A leitura em voz alta é importante na escola porque muitas vezes a criança ainda não lê sozinha. Ela precisa do outro, que empresta seus olhos e sua voz, esse ato tão generoso, para poder entrar no universo dos livros. Isso alimenta não apenas sua oralidade, mas sua escrita, porque ela vai poder fazer uso desse repertório mais tarde.

5 :: Bebês já compreendem o que está sendo lido. Não é porque os olhos buscam outra coisa que eles não estão juntos nesse momento. A criança precisa muito do movimento, e o movimento a ajuda a pensar. Ela pode estar longe, mas ao ouvir uma frase diferente ou um verso que se repete, perceber algo. 

6 :: A leitura é um espaço de troca e aproximação, onde se compartilha algo com intimidade. Os livros podem ser apresentados em vários momentos, não precisa ter um ritual único, desde que seja gostoso. Se entende que a leitura ocupa um lugar importante e prazeroso em casa, a criança vai querer compartilhar isso com os amigos da mesma forma que faz com as brincadeiras.

7 :: A leitura dentro da escola tem de ser feita todos os dias. Para criar hábitos, é preciso ter frequência. E ter um espaço para ler pode ser muito bacana e envolvente, onde todos estejam próximos e possam trocar olhares e observar reações. A voz e os gestos dizem muito.

8 :: O livro é como um amigo. E como eles podem ser apresentados às crianças? Depende do livro e do momento. É importante falar o título, nome do escritor, ilustrador e da editora, antes de começar a narração. Mas o mais importante é criar um espaço onde seja possível fazer comentários, para que as crianças possam dizer o que sentiram e acharem, se lembraram de algo.

9 :: Quando o texto é difícil, o adulto não deve mudar a palavra para ler. Esse é um cuidado que precisa ter, pois o texto é o trabalho do autor, uma criação muito pensada por ele. Mudar a palavra não é certo, até porque o adulto pode estar assim subestimando a capacidade de compreensão da criança.

10 :: Muitos pais param de ler para as crianças quando elas começam a ler sozinhas. Isso não é bom, pois elas ficam abandonadas, sem esse parceiro experiente com quem sempre compartilhou bons momentos de leitura. Assim, de uma hora para outra tudo pode ficar muito difícil e chato. Ouvir a voz do outro é tão bom, por que parar? Além do mais, essa troca continua alimentando o leitor por toda sua vida, e abre espaço para que a criança faça o mesmo.

 

Observação: os tópicos acima são trechos da entrevista completa, uma reprodução/interpretação das respostas dadas pela especialista Edi Fonseca na entrevista de ontem. As falas originais estão no vídeo indicado.

 

Fonte: http://www.brinquebook.com.br/blog.php?post=49

Histórias da Clarinha

Verbetrix

Ana, Babá de bichos

Para onde vão os objetos perdidos?

Minicontando

Perseu/Medusa

Tira Bacana
livro online gratuito

Capa | Quem Sou | Livros | Palestras e Oficinas | Destaques | Prêmios | Blogs e Colunas | Mural de Recados | Contato